quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Som na Praça

Há dois anos nem sabia onde ficava a Praça Benedito Calixto. Aparentemente, ela é um dos points culturais mais bem conhecidos da cidade. Além da típica feirinha de antiguidades que acontece todo sábado e das manifestações públicas ocasionais de operários, professores e outras classes de trabalhadores, pouco acontece em se tratando de eventos culturais. A MTV já gravou programas lá. Algumas apresentações musicais muito tímidas. Mas acho que só.

Hoje tive uma surpresa. Ao almoçar no restaurante de sempre, percebi uma montagem de equipamentos de som. Por volta das 15h00 escutei música. Groove e sax. Precisei investigar.

O microfone estava aberto para quem quisesse se aventurar.



Rolou até um híbrido "Give It Away"/Hip-Hop/Ska. 

Não me ocorreu nada na hora. Sou uma negação sem letras.

Fiquei surpreso e curti muito o som. 

Então lembrei: quando estive em Paris este ano tive a felicidade de acidentalmente conhecer a Fête de la Musique. Os estabelecimentos culturais comerciais cedem suas tomadas para que músicos possam plugar seus instrumentos e rola som de todos os tipos das 18h00 às 3h00, em todas as esquinas, ruas, becos e cantos da cidade.

Por que São Paulo, cosmopolita como é, não oferece eventos culturais como este? O mais conhecido de todos é o carnaval. 

Samba eu tolero, mas odeio carnaval.

Nenhum comentário: