sexta-feira, 21 de março de 2008

Radiohead X Nine Inch Nails - Round 1 - Fight!


Nas últimas semanas, uma certa rixa começou na internet entre dois artistas musicas de considerável peso.

De um lado Radiohead. Do outro, Nine Inch Nails.

O primeiro criou furor na mídia em outubro passado por lançar o seu novo álbum, In Rainbows, exclusivamente pela internet e por "quanto você quiser pagar". Ou seja, podia ser seu de graça. Adorei, as música e o modelo de venda. Foi criado um novo paradigma na indústria musical, onde um artista pode distribuir seu conteúdo da forma como preferir, sem as amarras corporativas de um contrato com um selo musical. 

Mas a história não é exatamente esta. E quem deixou isto muito claro, e ainda criticou muito, foi o Trent Reznor, cabeça e alma do Nine Inch Nails. Para ele, isso não passa de puro marketing e insinceridade, pois dia 1 de janeiro, In Rainbows saiu da internet. 

Eles fecharam um contrato com XL Recordings, um selo independente, e quem quiser In Rainbows agora deverá pagar o preço normal de um CD e comprar ele fisicamente. O CD vem num tipo de envelope, com o encarte e um adesivo para colar na frete de uma caixinha de CD's normal que se deve comprar separadamente. A embalagem até que é interessante, mas eu tenho que comprar o CD e nem vem na caixinha normal?! Que bosta!

Por outro lado, Reznor lançou recentemente Ghosts I-IV, um experimento instrumental. Como o Radiohead, ele também lançou independentemente pela internet, mas de uma maneira um pouco muito diferente.

As pessoas podem baixar Ghosts I de graça. Para baixar Ghosts I-IV, custa US$ 5,00. Ambas versões incluem um encarte em PDF e a versão paga é oferecida em MP3 de alta-resolução ou FLAC, sem perda de qualidade.

Também existem as versões físicas. Em CD custa, US$ 10,00, e é entregue em um Digipac decente. Há uma versão especial que inclui um Blu-Ray e um DVD com os arquivos para remixagem, além de um livro com fotos custando US$ 75,00. A versão de luxo limitada em 2.500 unidades, inclui LP's e é assinada pessoalmente pelo Trent. US$ 300,00.

Tudo isso foi desevolvido pelo Trent e sua equipe. Ele mesmo mandou fabricar e está acompanhando todo o processo. Acho que esta foi a razão de sua recente viagem a Hong Kong.

Sem parar, ele agora resolveu criar um festival de videos para o Ghosts no YouTube. Usuários criam o material e eles são selecionados pessoalmente pelo Trent e sua equipe. Os melhores poderão ser usados pela banda em performances ao vivo ou outras aplicações ainda não boladas. Minha amiga Dani Cast já postou dois muito bons e os melhores estou selecionando num playlist.

Recentemente, Trent meteu o pau no Radiohead numa entrevista a uma rádio australiana.

O Radiohead não deixou quieto. Agora eles estão com o seu próprio festival de vídeos. Usuários podem mandar idéias de clipes para a banda, sejam por escrito ou em vídeo. Os dez finalistas vão ganhar US$ 1.000 cada um e o vencedor receberá US$ 10.000 para produzir o material profissionalmente.

O Radiohead não quer divulgar os resultados financeiros, mas estima-se que muitos decidiram não pagar nada. O Nine Inch Nails não quer esconder nada. Em uma semana, Ghosts I-IV faturou mais de US$ 1 mi, o site ficou fora do ar durante horas devido a grande demanda e a edição limitada já esgotou.

O negócio vai pegar fogo.

Um comentário:

DaniCast disse...

Tudo que o Radiohead fez até agora foi malfeito. E eles sempre se pelam de medo e voltam para a gravadora. Ele só querem posar de moderninhos, mas falta tudo: coragem, estratégia, criar modelo de negócio, tudo.
O tal concurso de animação deles é uma piada. É de uma burocracia sem tamanho.