domingo, 11 de novembro de 2007

"E você, vai cantar?"


"Só se for repeteco.", respondi.
---
Há meses que o Limão e eu estamos querendo ir no Dinossauros de sábado. Ver o que rola e analisar a "concorrência".  A banda foi a Wonder Rock. Clássicos e mais clássicos. O mais interessante foi ver a diferença de idade dos integrantes. Todos mandando muito, muito bem. Durante as quase três horas de show, trocava olhares de surpresa e aprovação com o Limão. "Porra! Esse moleque da guitarra manda muito bem." Rolou até zoar um pouco: "toca Freebird!". Não é que ele tocou mesmo... Rimos.

3h00. Segundo intervalo. O Limão e a Jú vão embora. "Vou ficar até o final. Gostei muito."

Como de costume, comecei a puxar papo com os caras. Aí a surpresa: o garoto e o outro guitarrista (no fundo da foto) são pai e filho. 43 e 18 anos. E o garoto nos sacou desde o primeiro instante:

- Vocês tem banda, né? E você é vocalista. Ví você cantando e fazendo comentários com seu amigo, tipo "nossa, olha que ele errou". 

Muito gente fina. Ele me explicou que esta banda não ensaia. Experimentam as músicas na passagem de som. Se ficou bom, tocam. Impressive. A dupla veio de Piracicaba. Duas horas de estrada, só para tocar num barzinho em Sampa. Inquestionável amor pela música.

Tocaram mais três. Tinha meia-dúzia de gatos-pingados no bar e o baixista lançou para mim a pergunta título deste post. Subi sem hesitar. A música foi The One I Love do R.E.M. com direito a backing vocals no melhor estilo Mike Mills.

Memorável.

Obrigado.