quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Não era um garoto como eu

Quer estragar o meu dia? Venha me dizer o quanto os Beatles e os Rolling Stones são foda. Eu já sei. Todo mundo já sabe. Não agüento mais ouvir. Já fiquei tão cansado dessa conversa que decidi não achar que eles são essa Coca-Cola toda há muito tempo. Mas algumas coisas aconteceram que estão me fazendo mudar de idéia. 

Recentemente descobri que muitas versões de músicas do Beatles Anthology, são muito melhores que as versões dos álbuns. I'm Only Sleeping e Across The Universe são bons exemplos. A segunda merece muito mais notoriedade do que Imagine como uma obra prima em letra e musicalidade.

Para os Pedras Rolantes, foi o trailer de Shine A Light. Novo documentário/concert-film dirigido por ninguém menos que Martin Scorsese. Nunca vi uma fotografia e iluminação para um show como este. Realmente impressiona. E faz com que a presença de palco no estilo minhoca-elétrica do Mick e mendigo bêbado do Keith pareçam muito mais impressionantes. Porra... os caras são mais velhos que a minha mãe!

domingo, 21 de outubro de 2007

Quem manda nessa bagaça somos nós


Em maio, aconteceu a quinta D Conference, organizada por dois jornalistas, Walt Mossberg e Kara Swisher, do Wall Street Journal. Este ano eles conseguiram colocar no mesmo palco Steve Jobs e Bill Gates, fazendo eles responderem perguntas bem capciosas, tipo "o que vocês acham que o outro mais colaborou para a indústria da informática?".

O mais interessante de tudo isso é como ficou muito claro para mim a postura estratégica das duas empresas. Enquanto a Microsoft foca em explorar atuais paradigmas à exaustão, empurrando no consumidor o que ELA acha que é interessante, a Apple fica antenada no consumidor e no mercado. 

O momento mais memorável para mim foi com a pergunta: "Como será o computador daqui a cinco anos?"
Bill: "Teremos reconhecimento de escrita, voz e imagens."
Steve: "Eu não sei. Ninguém diria há cinco anos que teríamos mapas nos celulares. Mas, as vezes, algo aparece que captura o interesse do público."

Recomendo assistir o debate. É uma aula de planejamento estratégico, com pinceladas muito bem humoradas sobre a história da informática contada pela dupla de homens que possibilitaram a todos terem um estilo de vida digital.

Assistam em alta resolução e em versão audio aqui.

Resumindo: nós é que mandamos. Nós que criamos o futuro, a cada segundo, com pequenas atitudes.

E hoje, me deparei com este vídeo no YouTube que realmente enfatiza esta realidade. Fiquei até emocionado.



"Rise and shine, Mr. Freeman"

Voltando à ativa no antigo endereço.

O domínio redfive.us está com uma nova atividade. Agora ele é o endereço da minha banda: RedFive.

Não vou prometer. Acho chato não poder cumprir. Mas vou tentar escrever mais. Este ano foi bem movimentado: mudanças e construções. Está quase chegando no final, e o próximo promete mais e maiores aventuras.

Vamo que é nóis na fita.