quinta-feira, 22 de dezembro de 2005

Meus 15 Minutos de Fama

Até agora... :-)

Madrugada com Darth Vader atrai 12 mil fãs em SP
BRUNO YUTAKA SAITO
MARCO AURÉLIO CANÔNICO
DA REDAÇÃO - FOLHA de SP
24/05/2005

Quando chegava a meia-noite e os funcionários do cinema se preparavam para checar os bilhetes de entrada, os fãs brasileiros de "Star Wars" sentiam na pele as dificuldades para controlar sentimentos como medo, raiva e ansiedade, que tanto guiam a mitologia da saga. Era a estréia nacional de "Star Wars: Episódio 3 - A Vingança dos Sith", na madrugada de ontem, e enormes filas mostravam que a expectativa para a conclusão da saga era ainda maior.
"Cheguei às 14h [de anteontem]", dizia o estudante Alan Marques, 20, o primeiro na fila do Jardim Sul. "Espero por esse filme há 28 anos", afirmou Maudy Pedrão, 34, do site Jedi Mania.
A devoção reflete-se nessa exibição. Em São Paulo, 26 salas traziam a sessão notívaga -o número está previsto para subir para 106. Até a conclusão desta edição, às 14h de ontem, a Folha apurou que ao menos 12 mil ingressos foram vendidos para a estréia em SP, enquanto as exibidoras Cinemark e UCI tinham 15 mil ingressos vendidos no resto do país.
"A Vingança..." desperta a atenção porque revela o surgimento do vilão Darth Vader. Não é de estranhar que o personagem seja o grande astro da noite. Nos dois cinemas visitados pela Folha, a quantidade de fãs fantasiados como o lorde sombrio superava o heróico Obi-Wan Kenobi. "Todos têm um lado sombrio", acredita o estudante Ivan Chrypko, 24.
Encenações de lutas, poses para fotos e diálogos surreais ("Cuide bem do meu filho", disse um dos Darth Vader a uma das princesa Amidala, que procurava sua poltrona) animaram a espera pelo início das sessões e deram o clima de final de campeonato. Uma das personagens que se destacava era a fisioterapeuta Kiyomi Abe, 46, caracterizada como Yoda, com o rosto pintado de verde. No Metrô Santa Cruz dois fãs-clubes se encontraram: o 501st Legion - Divisão Brasil e o Conselho Jedi SP, que reservou duas salas.

Houve espaço para manifestações inusitadas. O publicitário Rogério Rocha, 26, disse que sentia medo em relação ao filme: "Os dois anteriores não eram tão bons assim". Primeiro de uma das filas, ele criou dois cartazes com caracteres da saga: "The Last Hope" [a última esperança] e "Revolt of the Fans" [revolta dos fãs].

"Star Wars" também une famílias. Cristina Francisco, 53, segue uma tradição: levou seu sobrinho para assistir, nos anos 80, aos filmes da série; no "Episódio 3", foi com a sobrinha Cristiane, 14. Já a estudante Juliana Penteado, 16, arrastou os pais de Jundiaí (60 km de SP) para o filme. A noite teve ainda outros vilões. O advogado Pedro Amaral, 27, último na fila, blasfemava: "[O atraso] foi culpa do trânsito".
Nos EUA, o filme estreou em 3.700 salas, o maior lançamento da série. Os ingressos estavam esgotados. Analistas prevêem US$ 110 milhões (cerca de R$ 270 milhões) na primeira semana.
LEIA MAIS sobre "Star Wars: Episódio 3 - A Vingança dos Sith" na Folha Online (www.folha.com.br/051382)

Presente de Natal para a Microsoft

Original aqui.

terça-feira, 20 de dezembro de 2005

Recordar é viver

Resolvi rever os posts de 2005. Gostaria de agradecer a todos que leram e deixaram seus comentários, me incentivando a escrever mais e mais. Quantas coisas aconteceram em cinco meses...

Resolvi também eliminar o sistema de comentários do HaloScan. Estarei usando o sistema do Blogger daqui por diante. Para manter o arquivo em ordem, resolvi transcrever todos os comentários no sistema novo.

Agora ele travou... Não aceita mais nenhum comentário! Espero que seja temporário, afinal inclui mais de 30 comentários em menos de meia hora. Eu e minha mania de arrumação...

domingo, 18 de dezembro de 2005

Merry Xmas!

Depois de um grande sumiço, muitas novidades:

King Kong Simplesmente fantástico! Peter Jackson está se tornando definitivamente o "diretor-dos-filmes-de-três-horas". Mas como os filmes de "O Senhor dos Anéis", ele é um passeio de montanha russa de três horas. O macaco digital gigante consegue passar emoções como um cachorrinho solitário procurando um dono para brincar. As mulheres gostaram muito. Ouvi algumas saindo do cinema dizendo: "quero um King Kong para mim". Impossível não se emocionar ou se divertir.

Presentes para 2006:

Código DaVinci O trailer já está disponível. Ron Howard dirigindo Tom Hanks, Sir Ian McKellen, Jean Reno, Andrey Tautou e Alfred Molina. Sucesso na certa.

Superman Returns Brian Singer abriu mão da direção do novo X-Men para dirigir o retorno do homem-de-aço. Trailer também disponível.

Carros Última parceria da Pixar com a Disney. Novo trailer acabou de sair. Antes dele, estava sendo difícil imaginar um filme de sucesso sobre carros animados. Consegui reconhecer a voz de George Carlin, um dos meus comediantes favoritos, fazendo o papel de uma Kombi ex-hippie. Agora parece fazer tanto sentido quanto um filme sobre peixes ou formigas.

X3 Como já havia dito, o novo diretor, Brett Ratner (A Hora do Rush 1,2 e Dragão Vermelho) tem uma grande responsabilidade de manter o padrão de excelência estabelecido pelo Brian Singer. Pelo novo teaser, acho que vai conseguir.

Munique Spielberg novamente toca nas suas raizes judaicas neste seu novo filme sobre a batalha entre judeus e palestinos. O australiano Eric Bana e o francês Matthieu Kassovitz encabeçam o elenco miscigenado como assassinos judeus planejando um atentado contra o grupo palestino responsável pela morte de atletas judeus nas olímpiadas de Munique.

The Fountain Em 1000 anos de história, três narrativas paralelas contam o relacionamento de Hugh Jackman e Rachel Weisz. O aclamado cineasta Darren Aronofsky, de π (pi) e Requiem para um Sonho, volta para impressionar as platéias mais uma vez.

Confetti Falso documentário inglês, nas linhas de The Office, mostra o dia-a-dia de três casais e seus preparativos de casamento para o concurso de uma revista matrimonial. A diretora Debbie Isitt criou um storyline e deu total liberdade para os casais de atores improvisarem.

Hostel Fans de Jogos Mortais praparem-se! Imagine um local onde pode-se alugar o espaço e as ferramentas para punir, torturar ou até matar as pessoas que você mais odeia no mundo. Uma produção de Quentin Tarantino baseada em fatos reais. Creepy.

Zathura Jumanji no espaço sideral. De repente, volto a ter 16 anos.

Posseidon Uma onda gigante vira um trans-atlantico de ponta-cabeça durante as comemorações de ano novo nesta refilmagem do clássico-catástrofe O Destino do Posseidon. Com os sumidos Kurt Russell e Richard Dreyfuss. O Leslie Nielsen não participa desta versão. :-)

E finalmente:

Silent Hill Depois de muitas especulações e boatos, a estréia já está confirmada para o transposição ao cinema do meu jogo de terror favorito. Se contarmos com a capacidade da equipe, promete ser um sucesso. Roteiro de Roger Avery, colaborador de longa data de Quentin Tarantino e diretor de Regras da Atração. Direção de Christophe Gans, o visionário por tráz de O Pacto dos Lobos. O que é mais importante, ambos são fanáticos pelo jogo. A Sony Pictures colocou até um concurso para criação do poster oficial. O trailer oficial ainda não está disponível, mas pelas imagens disponibilizadas no site, me parece que conseguiram recriar o feeling geral do jogo, um desafio por sí só. Me parece também que contrataram o compositor e desenhista de som do jogo, Akira Yamaoka, responsável por 50% do sucesso dos jogos.
A história é levemente baseada na principal trama da série. O espectador nem os protagonistas sabem se a cidade de Silent Hill e seus moradores enigmáticos e aterradores são reais ou produtos das profundesas obscuras dos seus subconcientes. O jogo em sí é baseado nos trabalhos de David Lynch e de outros cineastas com gostos pelo bizarro e pelo enigmático. Não vejo a hora... principalmente porque não tive coragem de terminar o último jogo.

Todos os trailers podem ser vistos aqui.

Boas festas e boas renovações. Vejo vocês no cinema.