sexta-feira, 7 de outubro de 2005

Nós ♥ Katamari


Sábado passado, a Dani e eu passamos mais de seis horas jogando We ♥ Katamari no PS2 e descobrimos que nós também ♥ o bendito jogo.

Ele é a continuação de Katamari Damaci que foi lançado em 2003 e foi um sucesso estrondoso no mundo tudo. O conceito dele é, ao mesmo tempo, estranhamente surreal e absurdamente fácil de compreender:

O Rei de Todo o Cosmos, um ser gigantesco do tamanho da Via Láctea num ataque de felicidade, derrubou todas os astros do céu, inclusive a Lua. Agora ele passou o trabalho de colocar todos eles de volta para seu filho, o Príncipe, com 5 cm de altura.

Para isso, ele deve juntar o maior número de objetos na Terra e entrega-los para o Rei, para que ele possa lançar aos céus e criar novos astros. Você comanda o Principe, que usa de uma Katamari para coletar os objetos. Basicamente, a Katamari é uma bola de chiclete que deve ser rolada, rolada e rolada para todos os cantos, coletando tudo o que aparece pela frente: lápis, borrachas, clips, folhas de papel, pilhas, frutas, alimentos de todos os tipos, insetos, pequenos mamíferos, aves, plantas, carros, pessoas, prédios ... tudo. Nas fases mais avançadas, você chega a rolar ilhas, nuvens e continentes inteiros (!).

Parece fácil? But there is a catch: só se pode rolar objetos menores que a Katamari.

A direção de arte do jogo é maravilhosa. Para poder carregar fases enormes, o jogo precisou abrir mão da complexidade gráfica dos objetos. A maioria deles não tem mais que 10 polígonos. Mas isso não tira nem um pouco do charme do jogo. A jogabilidade é tão simples que qualquer um que nunca colocou as mãos no controle do PS2 começa a ficar craque em menos de 10 minutos. Tudo é feito pelos dois controles analógicos, nenhum botão é usado. Totally adictive! Tudo isso servido por músicas hilárias cantadas em japonês.

Consegui pôr as mãos no primeiro jogo há uns três meses. Acabei em menos de cinco horas. Ele tem por volta de 20 fases. Mas não fui o único a gritar por mais. A Namco lançou o segundo e colocou "mais do mesmo" com muita diversidade.

No universo de We ♥ Katamari, aparentemente somente um raio de alguns milhares de qilômetros está povoado por astros, ainda est"ao faltando todos os outros planetas do sistema solar. Por isso, todo o mundo pediu ao Cosmos por mais diversão. O Rei acabou ficando tão "inflado" de elogios que não dá mais atenção a ninguem. Ele mandou o Principe de volta para a Terra, tratar com os despresíveis pedidos dos terráqueos. E criatividade começa no menu principal: um tela 2D apresenta o ambiente da Terra. Você controla o Príncipe que aborda cada um dos terráqueos que vão aparecendo aos poucos. Eles trazem pedidos ao Rei, que os serve magnanimamente com fases muito divertidas. Mas só depois de muita bajulação por parte dos terráqueos. Não parávamos de dar risada.

Minha teoria de que qualidade gráfica não se compara a criatividade é mais uma vez provada. Se você não tem um PS2, compre um já e jogue We ♥ Katamari. Se você já tem um, o que está esperando?

Na, naaaaaa, na, na, na, na, na, na, na. Na, naa, na, na, na, na.

2 comentários:

Limão disse...

Tá, Roger, eu vou comprar um PS2! Quando sobrar grana, porque as contas não esperam... :) Mas, realmente, o joguinho bacana! Vicia!!!

08.10.05 - 5:56 am

Danicast disse...

We definatelly ♥ Katamari :)

11.10.05 - 10:34 am