quarta-feira, 19 de outubro de 2005

Nochnoy dozor

Há muitos séculos atrás, os Protetores da Luz e os Guerreiros da Escuridão travaram a sua última e mais sangrenta batalha. Eles decretaram uma trégua e desde então têm vivido uma guerra fria onde os Protetores da Luz habitam o dia e são vigiados pelos Guerreiros da Escuridão, e vice-versa.

"Isso me parece muito familiar", você deve estar pensando. Também indaguei isso. Forças do bem contra forças do mal ... blá, blá, blá. Provavelmente, alguns vampiros ou lobisomens devem estar envolvidos. Pois é, pensei tudo isso até descobrir que se tratava de uma trilogia de quadrinhos que recentemente foi levada ao cinema ... por russos!

Night Watch (ou no seu título original, Nochnoy dozor) chegará finalmente às telas brasileiras no dia 18 de novembro com o título Guardiões da Noite. O filme, produzido inteiramente na Rússia, foi lançado ano passado e só agora chega ao mercado internacional. Assisti o primeiro trailer no site da Apple em 2003. Fiquei boquiaberto com as imagens. Desde então tenho caçado ele nos sites de P2P e recentemente consegui baixá-lo por completo. Mas só assisti metade. Depois de saber que ele poderá ser visto na tela grande, desistí de vê-lo.

Carregado de influências de outros filmes do gênero como Underworld e Van Helsing, Guardiões da Noite traz referências de outros gêneros e diretores como Alex Proyas (O Corvo, Dark City), Francis Lawrence (Constantine) e dos Irmãos Warchowsky (Matrix, Bound). Mas se formos colocar na ponta do lápis, ele é tão original quanto, pois alguns desses filmes foram produzidos na mesma época. Para começar, a direção de arte e a fotografia são estranhamente mais coloridas e claras do que seus contemporâneos, criando uma atmosfera inédita para filmes do gênero.

O filme é a terceira produção do diretor/co-roteirista Timur Bekmambetov que é considerado o líder em direção de vídeos pop e de propaganda da Rússia. Ele já está concluindo a pós-produção da continuação (Day Watch) e está em pré-produção para o terceiro.

Vamos aguardar...

Nenhum comentário: