segunda-feira, 5 de setembro de 2005

"And for the first time, I feel loved."

Tive um ótimo final de semana. Sábado e domingo foram os primeiros dias de filmagem do curta Estatísticas no qual participo como 1º Assistente de Direção de Arte, cuidando da cenografia e produção de objetos de cena. Como o filme não tem orçamento, todos os envolvidos não estão ganhando para trabalhar e tudo está sendo feito para o desenvolvimento próprio. Por isso, mas não somente, o sentimento que permeava no set era de muito respeito e profissionalismo, mas ao mesmo tempo descontraído e divertido.

Minhas outras experiências em cinema, foram no mínimo um desastre. Descobri que não era por minha culpa. Neste mercado, algumas pessoas se sentem muito superiores e outras se sentem muito inferiorizadas. Isso gera stress e medo, rompendo as linhas tênues que dividem a descontração da falta de respeito. E isso é insuportável.

Pela primeira vez, senti respeito pelas pessoas e fui respeitado.
Pela primeira vez, senti o profissionalismo e fui muito profissional.
E pela primeira vez, senti o amor das pessoas e fui amado.

*Foto tirada na montagem de um dos sets, uma agência de empregos. A cara de tédio é pura encenação.
--
The First Time, U2.

Nenhum comentário: